segunda-feira, setembro 09, 2013

Ouro invertido

Gosto mais de cinema português que de cinema anglo-saxónico.
Gosto mais de poesia anglo-saxónica que de poesia portuguesa.

Sem comentários: