sábado, abril 09, 2011

Partilha 115

voz de george sanders


(e=67)



vou casar-me com a emily dickinson
(o que vai dar a maior alegria à minha mãe)

o que importa
se a emily está morta?
as obrigações é para se cumprir
e entre marido e mulher
não se mete o pormenor

vou ser amante do rimbaud
e desta vez é ele quem dá o tiro
quero ter o imenso gozo de dizer:
tens o direito de ficar silencioso

entretanto vou escrevendo para a gaveta
para aquela onde está o faqueiro
que vinha incluído no meu enxoval
ou para a outra
a das revistas porno..................................................................................
que hei-de queimar antes de bater a caçoleta

[este é o meu convite ao mundo
que nunca casou muito bem comigo]

Sem comentários: