sábado, abril 30, 2011

Conforme vou escrevendo...

... prosa de ficção, descubro que um dos maiores prazeres proporcionados por esse género literário é a possibilidade de evitar o diálogo (a palavra oral pertencerá ao teatro) para favorecer o trabalho da figura do narrador, ele sim a verdadeira personagem da ficção, e cujo estilo-conteúdo pode ser investigado e experimentado até à exaustão.

2 comentários:

r.geremias disse...

concordo.
diálogo apenas como citação de uma pensamento.

Pedro Ludgero disse...

oi rafael.

Bem retornado! :)