sábado, janeiro 29, 2011

Nódoa negra

Morrer é como andar de bicicleta.

Sem comentários: