segunda-feira, agosto 23, 2010

Imperativo

Enche-me as medidas por uma ordem terna: primeiro, a energia; depois, a ária; por fim, o tempo.

Sem comentários: