sábado, fevereiro 21, 2009

Partilha 47

andante


o moinho põe o ar entre aspas, como quem diz que "respirar é o pão nosso de cada dia". DOM QUIXOTE chega e diz - agiganta o ar em vento, pois o homem tem de rodar entre a mó de cima e a mó de baixo.
grão a grão com SANCHO aprende que a aventura se descobre mas se inventa a ventura. não perde o tino ao mundo quem assim anda à nora da literatura.



(O baú é mais vasto do que eu pensava)

Sem comentários: