terça-feira, fevereiro 03, 2009

Dedicatória

Sou normalmente avesso a modas (parecem-me quase sempre o contrário das efectivas modernidades).

No entanto, dou-me por feliz quando as minhas preocupações de espírito vão de encontro à casualidade de uma ou outra berra. Sim, o presente é negro, mas negro também é o presidente dos E.U.A.; não tardará a coisa a pegar por esse ocidente fora. Energias renováveis, casamento entre pessoas do mesmo sexo, etc., estou convosco.

O mesmo se passa com a música dita antiga. Presumo que nunca a música anterior a Mozart tenha tido tanto impacto sociológico ou tenha sido servida por intérpretes tão informados, rigorosos, virtuosos e expressivos. Estou nas minhas sete quintas: esta é a minha sonoridade de eleição.

Deixo aqui o vídeo de "Venus' Birds whose mournful tunes", canção do compositor inglês isabelino John Bennet, supremamente interpretada pelo contratenor Andreas Scholl. Ofereço-o aos meus três gentis seguidores (três já é uma multidão).

1 comentário:

paysanxxi disse...

aqui na Horta, estamos agradecidos.