sábado, agosto 30, 2008

O caso

O caso Maddie acabou por se tornar uma espécie de affaire Dreyfus anglo-lusitano para o século XXI.

A desmesura mediática que estes dois eventos irracionalmente atingiram, o absurdo da sua intromissão na vida pública, fizeram com que eles se tivessem tornado aparelhos de medição da ética individual e colectiva.

No entanto, se no paradigma francês o valor moral dependeu da tomada de posição de cada cidadão (pró ou contra o preconceito anti-semita), no caso Maddie a distinção faz-se entre aqueles que levianamente arriscam uma tomada de posição (acusadora ou defensora) e aqueles outros que aceitam o silêncio distanciado que a ignorância factual lhes impõe.

Sem comentários: