sexta-feira, novembro 02, 2007

Sentados em círculo, conversam

".....- A terra quimérica do mundo.
.......- Onde só há alpendre - acrescentou a voz de Anna quebrando a regra do jogo.
.......Houve uma pausa, e disse ainda:
.......- Onde existem todas as histórias que contamos uns aos outros, e a nós próprios, os actos dos poetas, o som dos músicos; e onde os místicos procuram entrar, inteiros, com o seu próprio corpo.
.......- Tudo é casa de talvez - repetiu o cego, seguindo o mau exemplo. A sua voz levantou-se, mas a da jovem mulher cresceu primeiro:
.......- Onde se mudam as fraldas, se ajeita o naperon, se rega o vaso, se limpa o pó sobre o piano, se acende a vela, se abre o livro,...........e vírgula, e vírgula. Tudo por onde o gato salte sem quebrar nada."


Maria Gabriela Llansol

Sem comentários: