sábado, setembro 15, 2007

Termos

Utilizo a palavra "Crónica" com o mesmo sentido de decadência inexacta com que na música se usa, por exemplo, o conceito de "Prelúdio". O prelúdio começou por ser uma pequena peça destinada a constituir a introdução de uma outra obra mais relevante. No entanto, ao longo da história da música, o conceito foi perdendo esse sentido, e acabou por ser usado com uma liberdade difícil de classificar. Que semelhança existe entre um prelúdio de Bach e um prelúdio de Debussy?

Pretendo, portanto, abrir um bocadinho o espaço do género crónica.

Sem comentários: