quarta-feira, setembro 12, 2007

Publicamente

Esperando não cair num namedropping de elogio fácil, uma mera declaração de solidariedade:


Entre outros jornalistas e cronistas que escrevem no jornal O PÚBLICO, sigo com particular atenção o trabalho de Alexandra Lucas Coelho (uma curiosidade intelectual que me toca), João Bonifácio (que fala de música popular como de toda a música se deveria falar), Rui Tavares (apesar de eu não ser tão convictamente de esquerda, concordo com ele demasiadas vezes para não ser de esquerda), José Vítor Malheiros (intervenções relevantes, justas e muito bem escritas), Luís Miguel Oliveira (diversidade no gosto, militância informada), Pedro Mexia (inteligência ideológica). Estou agora a acompanhar a actividade de Gustavo Rubim (exigência académica segura), Francisco Luís Parreira (imensa cultura agilmente articulada), e José Riço Direitinho (bastante entusiasmo por uma dimensão da literatura que pouco me entusiasma).

Tenho é pena que o jornal tenha perdido o contacto com Jorge Silva Melo, João Barrento, Pedro Sena-Lino ou Desidério Murcho.

1 comentário:

Desidério Murcho disse...

Obrigado pela referência!