terça-feira, abril 17, 2007

Ao contrário

E se o mundo fosse ao contrário?

Se houvesse uma única gota garantindo o sistema de planetas, e os dias se sucedessem em estados de água sólida, líquida ou gasosa? (Se os primitivos tivessem sido forçados a descobrir como produzir água)

Se de nuvens luminosas chovessem milhares de sóis, ficando a luz dependendo das condições climatéricas, das estações? (Se houvesse um ciclo da luz)


)Post inspirado por isto(

2 comentários:

dora disse...

: )

( sempre gostei melhor do mundo que existe entre os parêntesis... uma espécie de mundo do outro lado do espelho, mais transparente e silencioso - e provavelmente cheio de cogumelos voadores -, mais largo de ser. )

O engraçado é que tu consegues colocar o "entre parêntesis" fora e tudo o resto, lá dentro. Um "ao contrário" genialmente pertinente. Vou agarrá-los, de vez em quando, se não te importares )

pedroludgero disse...

Palavras muito simpáticas. Agradeço-te.

Fazemos coisas para nos podermos agarrar uns aos outros, não é?