quinta-feira, março 15, 2007

Bagatelevisivas

1. O filme "Some came running", de Vincente Minnelli, passa inúmeras vezes no canal TCM. Para além da estranha sorte desse sucesso de exibição, o que me intriga é que, quando eu estou entretido no meu zapping ocioso e desdenhoso, encontro sempre o filme no momento em que a personagem de Frank Sinatra mostra o seu dactiloscrito inédito à professora de inglês por quem está apaixonado. Sempre, sempre, sempre a mesma cena. Como se fosse um sonho recorrente que precisasse de interpretação.

2. A SIC Notícias tem uma das auto-propagandas mais ridículas que alguma vez me lembro de ter visto em televisão.

3. No programa francês "Le bateau livre" (transmitido na TV5), falou-se de um estranho personagem (real) que, ao longo da sua vida, se converteu sucessivamente ao protestantismo, ao estalinismo, ao anti-estalinismo, ao ecologismo, ao terceiro-mundismo, ao islamismo, e por fim se tornou uma das inspirações da actual tese de negação do Holocausto nazi por parte do governo iraniano. Toca a ler os heterónimos do Pessoa, para perceber o que é a coerência.

Sem comentários: