quarta-feira, setembro 13, 2006

Confissão 4

O cinema que me preenche.
E, no entanto, não sou crente, dou-me pouco à fé, e não muito à nostalgia. Mas perco-me nos fascínios generosos.
("Nostalghia" - Andrei Tarkovsky)

Sem comentários: